25 de Janeiro de 2010 19:34:25
GIMA
EXAMES DE ULTRASONOGRAFIA – Dra. Bruna Cândido

Início » Notícias » Mundo » Exibindo Notícia

Auto Posto Ariquemes

Data: 11/10/2023 Compartilhe esta notícia

Filho de cofundador do Hamas é cristão e denuncia ‘métodos sangrentos do grupo terrorista’

Em meio à guerra decretada por Israel contra o Hamas, após ações terroristas que já mataram 1.770 pessoas dos dois lados, um vídeo com uma entrevista concedida pelo filho de um dos fundadores do grupo extremista armado mostra o motivo de Mosab Hassan Yousef ter abandonado a ideologia fundamentalista islâmica de seu pai.

Convertido ao cristianismo, ele contou à CNN que desde a infância testemunhou as manobras políticas e militares que contribuíram para acirrar a sangrenta disputa no Oriente Médio. E ainda que o Hamas usa civis como uma ferramenta de guerra.

“Nas mesquitas, nos ensinam que sem o derramamento de sangue inocente pelo bem de sua ideologia, não poderemos construir um estado Islâmico”, disse.

“Desde os 5 anos de idade é com essa ideologia que o Hamas nos alimentava e, honestamente, é quase impossível para qualquer um quebrar e ver a verdadeira face do Hamas e abandonar a um certo ponto”, disse.

No entanto, após um episódio de sofrimento em prisão israelense, ele abandona o grupo extremista.

Exatamente por ser o filho mais velho do xeique Hassan Yousef, um dos cofundadores da organização terrorista, todos acreditavam que ele seguiria os passos do pai, tornando-se um dos líderes.

Yousef contou que pouco antes de completar 18 anos, movido pela raiva e pelo desejo de vingança, decidiu assumir um papel mais ativo no combate a seus opressores, sendo preso e levado para o centro de interrogatórios israelense.

Rejeição ao movimento terrorista

A história de Yousef está registrada em seu livro “Son of Hamas” (Filho do Hamas, em tradução livre), onde relata que decidiu questionar o sentido de um conflito que só traz sofrimento para os inocentes, sejam eles palestinos ou israelenses.

Na sinopse diz que “Joseph”, como é chamado hoje, revela novas informações sobre a organização terrorista mais perigosa do mundo e a verdade sobre o seu próprio papel, a sua agonizante separação da família e da pátria, a perigosa decisão de tornar pública a sua recém-adquirida fé cristã de “amar os seus inimigos”. Para ele, esse é o único caminho para a paz no Médio Oriente.

Capa do livro "Filho do Hamas". (Reprodução)

Yousef disse na entrevista (não recente) porque decidiu rejeitar os métodos utilizados pelo grupo terrorista no qual cresceu. Ele se reportou a um dos tantos ataques implementados pelo grupo que governa a Faixa de Gaza.

“Pela simples razão do que nós vemos agora em Gaza: que o Hamas não se importa com a vida dos palestinos, israelenses ou americanos. Eles não se importam nem com as suas próprias vidas. Eles consideram morrer por sua ideologia e sua adoração religiosa”, respondeu.

Segundo Yousef “o Hamas não está buscando a coexistência nem o comprometimento. O Hamas está buscando conquistar e se apossar”, disse.

E continuou: “E a propósito, a destruição do Estado de Israel não é o objetivo final do Hamas. O objetivo final do Hamas é construir o que significa um estado Islâmico em todas as outras civilizações. Esse é o objetivo desse movimento”.

  

ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS: lnk.bio/TVPCanal35

Fonte: GUIAME

 

 

Data: 11/10/2023 Compartilhe esta notícia
 
 
moto mil
LORYAL
sobreira
Novalar
Café Bem Cedo 2
Adubar no Site
Tigrão Veículos
Adubar – Calcário de qualidade para o seu solo! – Vídeo

www.ariquemes190.com.br
Copyright © 2008 - 2024 Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Buscazip