25 de Janeiro de 2010 19:34:25
logo
lc

Início » Notícias » Estudos Bíblicos » Exibindo Notícia

SUPREMAX

Data: 05/04/2019 Compartilhe esta notícia

IDENTIFICADOS E ENRIQUECIDOS EM CRISTO

E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial (1 Coríntios 15:49).

            A doutrina cristã, apresentada por Paulo e inspirada pelo Espírito Santo, tem como centralidade o Senhor Jesus Cristo e a sua obra redentora. Ela fala do amor eterno e incondicional de Deus em favor do perdido pecador, que se encontra morto espiritualmente. Por essa razão, precisamos nos atentar para a importância da Palavra de Deus no que se refere à riqueza da vida substitutiva e o seu propósito.

O pecado, que é a incredulidade e também transgressão da lei (João 16:9, 1 João 3:4), trouxe grande prejuízo e causou profundo estrago na raça humana e no universo. Todos nós carregamos esse desconforto e as consequências do pecado, de uma forma absoluta. Desde a planta do pé até o alto da cabeça não há nada são. Isaías 1:6a.

Saulo era um respeitado líder judeu. Era diplomado pela academia religiosa da sua época e com uma imensa grade curricular. Para alguns, talvez, sua vida espiritual estava aparentemente muito bem. Todavia, sua realidade era outra. ...Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. Filipenses 3.6. Mais tarde, Paulo vai reconhecer a sua falta de entendimento. Porque lhes dou testemunho de que têm zelo de Deus, mas não com entendimento. Porquanto, não conhecendo a justiça de Deus, e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus. Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo o que crê. Romanos 10:2-4.

A revelação do verdadeiro Evangelho é a nossa maior necessidade. E isso faz toda diferença em um sistema de tantas mentiras. Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei. Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Romanos 3:28 e 5:1-2.

As práticas religiosas executadas por Paulo (quando ainda Saulo) eram aceitas por muitos. Ele estava muito bem conceituado e aprovado, humanamente. Mas aos olhos de Deus, sem valor e reprovado. Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia. Romanos 11:32. Todos precisam saber que o Deus Trino não divide a sua glória com ninguém (Isaías 42:8).

A ação de Deus não depende do que o homem faz, mas da Sua graça soberana, oferecida e manifestada através do Seu Filho Jesus na cruz, primeiro para a Sua própria glória e depois para benefício do pecador indigno e incapaz. Sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Romanos 3:24.

É necessário ficar bastante claro que o projeto de Deus para salvação do perdido pecador está, irrevogavelmente, em Cristo ser o principal tesouro em nós, aqui e na eternidade; é o senhorio de Cristo e a natureza Divina implantada em nosso ser e nos sustentados em tudo. Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, a esperança da glória. Colossenses 1:27.

O morto espiritual, seja religioso ou não, sempre vai agir e andar na contramão da vontade de Deus. Ele tem o seu objeto de apego e de estima conforme lhe apraz. Qualquer afeição ou amor para vida que esteja fora de Cristo é pior do que o estrago ocorrido com o rompimento de Brumadinho. Uma vida centrada em si mesmo gera ruína e prejuízo. Misericórdia de nós Pai de toda graça!

Paulo precisou ganhar a revelação de que a somatória de tudo aquilo que obteve moralmente e espiritualmente, por preceitos humanos, não passava de escória, lixo diante da sublimidade da pessoa e obra do Deus encarnado. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo. Filipenses 3:8.

O ministério do Espírito Santo é nos convencer do nosso pecado e de todo engano, que ainda persiste em nos aprisionar em nossa vã e decadente maneira de viver. Também é nos revelar o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo. Efésios 3:9. A definição para a palavra "insondáveis" significa algo que não pode ser perscrutado em sua totalidade.

A mudança de entendimento que o apóstolo Paulo recebeu no caminho de Damasco foi um marco para sua nova identidade. A partir de então, passou a viver para a glória de Deus verdadeiramente. Mas, seguindo ele viagem e aproximando-se de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. Atos 9:3. E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações. 2Pedro 1:19.

Cristo, que é o resplendor vindo do céu, tomou a vida do então perseguidor dos cristãos, transformando-o em uma nova criatura, o qual passou a anunciar a identificação do pecador com Cristo como único meio de regeneração. Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos Atos 4:12.

A revelação da graça na vida de Moisés também foi uma desconstrução radical. Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. Hebreus 11:24 e 25.

Fora da nossa união com Cristo na sua morte e ressurreição, não temos como ser libertos do pecado, curado sou mesmo santificados, muito menos termos a vida abundante tão almejada. Todas as riquezas espirituais e eternas a serem desfrutadas só podem ser experimentadas a partir da nossa união com Cristo. Como amor, alegria, contentamento, paz e esperança e boas obras.

O ponto de partida e de chegada está em crer nessa doutrina tão enriquecedora. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição (Romanos 6.5). Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória. Colossenses 3:1-4.

Todo suprimento necessário para os descendentes de Adão, empobrecidos do verdadeiro sentido da vida, pode ser encontrado no Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida (1 João 5:12).

Deus não tem como dar uma vida abundante fora de Cristo e do seu propósito. A vida abundante que precisamos é conhecer a Cristo e a Sua vontade, porque fomos criados para a glória de Deus. Precisamos da poderosa manifestação do Espírito Santo em nossas vidas,para que sejam produzidos os efeitos do evangelho das insondáveis riquezas de Cristo. Efésios 3:9.

Será que temos experimentado da fonte das insondáveis riquezas de Cristo ou ainda estamos esperando algo deste mundo? Onde estão as nossas prioridades? Quais são as nossas riquezas? Se verdadeiramente conhecemos a Palavra, precisamos rogar que o poder da graça gere em nós arrependimento do nosso estilo raquítico e seco de expressar o Evangelho. Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. Hebreus 2:1. Quanto ao zelo, não sejam preguiçosos. Sejam fervorosos de espírito, servindo o Senhor. Romanos12:11.

Cristo atrai pecadores problemáticos, identificando-os em Sua morte e ressurreição para substituir toda imundícia (Ezequiel 36:25), mediante a Sua própria vida abundante, para vivermos, ainda que num mundo miserável e caído, mas libertos do jugo maligno. Essa graça redentora foie continua a ser dádiva da Trindade. Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.Tiago1:17. Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo. Efésios 1:3. Porque em tudo fostes enriquecidos nele. 1Coríntios1:5.

Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito (Efésios 3:16). Miserável homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor (Romanos 7:24 e 25) Toda honra e glória para Aquele que desceu do céu, para nos liberta de toda miséria e nos enriquecer com a Sua própria Vida. Amém.

WWW.PIBLONDRINA.COM.BR 

Data: 05/04/2019 Compartilhe esta notícia
 
 
Tigrão Veículos
Natal Casa Nossa
COMETA
Natal Geloar
Natal Sitmar
Natal Zul
Natal Amalec
Novalar
Café Bem Cedo 2
Natal Renato
Superemax Direito

www.ariquemes190.com.br
Copyright © 2008 - 2019 Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Buscazip, Guiaking Empresas