25 de Janeiro de 2010 19:34:25
GIMA
EXAMES DE ULTRASONOGRAFIA – Dra. Bruna Cândido

Início » Notícias » Rondônia » Exibindo Notícia

Auto Posto Ariquemes

Data: 29/11/2023 Compartilhe esta notícia

 


 

Governador Marcos Rocha define aumento no valor do "Mulher Protegida" para R$ 600 mensais e estende prazo para 12 meses

Mais de duas mil mulheres vítimas de violência doméstica e com medida protetiva já foram atendidas em Rondônia pelo programa "Mulher Protegida", desenvolvido pelo Governo do Estado desde 2021. E, na véspera de completar dois anos de criação, é anunciado pelo governador Marcos Rocha o aumento no valor do auxílio financeiro que passa de R$ 400, para R$ 600, determinando, ainda, a ampliação do prazo de recebimento de seis para doze meses.

A definição do novo valor foi publicada nesta terça-feira (28) no Diário Oficial do Estado. Dessa forma, o governador Marcos Rocha é convicto em enfatizar que, as alterações no programa estadual foram feitas para que o Estado amplie o atendimento às mulheres vítimas de violência, dando a elas a oportunidade de viverem um novo ciclo com dignidade e esperança de um futuro seguro.

"Muitas dessas vítimas não têm renda própria e isso faz com que elas se submetam a situações de violência, até mesmo para preservar os filhos, caso tenham”, pontuou Marcos Rocha.

MULHER PROTEGIDA

O programa foi criado através da Lei Estadual nº 5.165, de 29 de novembro de 2021, por iniciativa da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), sendo destinado às mulheres e meninas, vítimas de violência doméstica e familiar, em situação de vulnerabilidade socioeconômica, residentes e domiciliadas em Rondônia e inseridas no Sistema do Cadastro Único.

Inicialmente o auxílio totalizava o valor de R$ 2.400, divididos em seis parcelas de R$ 400. Com a alteração realizada pelo novo decreto, o valor será elevado para o total de R$ 7.200, com a transferência realizada em doze parcelas de R$ 600,00.

Primeira-dama Luana Rocha

 

A respeito do programa "Mulher Protegida", a titular da Seas e primeira-dama Luana Rocha, salientou que "a prevenção é bem melhor para que possamos evitar que o pior aconteça com esta mulher e seus filhos, buscando ainda através das capacitações criar um mecanismo de autonomia financeira para elas saírem do ciclo da violência” reforçou.

Além do auxílio, o programa rondoniense prevê assistência e acompanhamento psicossocial pela equipe técnica de referência do município e cursos de capacitação ou aperfeiçoamento profissional.

  

FONTE: ASSESSORIA PARLAMENTAR

ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS: lnk.bio/TVPCanal35

Data: 29/11/2023 Compartilhe esta notícia
 
 
sobreira
LORYAL
moto mil
Tigrão Veículos
Adubar – Calcário de qualidade para o seu solo! – Vídeo
Café Bem Cedo 2
Novalar
Adubar no Site

www.ariquemes190.com.br
Copyright © 2008 - 2024 Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Buscazip