25 de Janeiro de 2010 19:34:25
logo
Fael

Início » Notícias » Ariquemes » Exibindo Notícia

lc turismo 2

Data: 21/01/2020 Compartilhe esta notícia

Casal acusado de torturar e matar a filha menor de 2 anos em Ariquemes vai continuar preso

O casal William Monteiro da Silva e Ingrid Bernardino Andrade deverão ser mantidos presos por questões de “periculosidade incompatível com o estado de liberdade”. 

Essa foi a decisão da desembargadora Marialva Daldegan Bueno, ao negar o pedido de habeas corpus impetrado pelo casal acusado de torturar e matar a menor Lauanny Hester Rodrigues, de 1 ano e 11 meses.

 Lauanny era filha de Willian e Ingrid a madrasta da vítima. Os dois tiveram a prisão preventiva decretada em setembro do ano passado, encontrando-se preso por ordem do juízo da 1ª Vara Criminal de Ariquemes. 

Segundo a desembargadora, o casal agiu “com extrema violência e crueldade com uma criança de tenra idade, filha e enteada de ambos, quando deveriam zelar pela sua vida, além de possuírem maus antecedentes, demonstrando a propensão para a reiteração criminosa, sendo insuficiente a aplicação de medidas cautelares alternativas”. 

O processo que apura as circunstâncias da morte da criança tramita no Juízo da 1ª Vara Criminal de Ariquemes sob o número 00037080520198220002. Os dois ainda não foram pronunciados pelo crime e ainda não possuem data de julgamento.  

Fonte: OOBSERVADOR

Data: 21/01/2020 Compartilhe esta notícia
 
 
Café Bem Cedo 2
Novalar
Tigrão Veículos
Superemax Direito

www.ariquemes190.com.br
Copyright © 2008 - 2020 Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Buscazip, Guiaking Empresas