25 de Janeiro de 2010 19:34:25
%{artist} - %{title} , (%{year}) (%{time})
    PodCast Ariquemes 190 -- Play para ouvir
Carregando %{time1} de %{time2} (%{percent}%)
  ---  
0:00

This is a normal list of HTML links to MP3 files, which jsAMP picks up and turns into a playlist.

Natal Vereador Eronildo
SÃO LUIZ CALÇADOS
Casa do Relojoeiro
Natal Vereador Capitão Levi
Romera
Natal Lucas Follador
Natal Lotérica Ariquemes
Novo Mundo
Farmácia Paraná
Natal Colégio Dinâmico
Natal F e G Compressores
Sobreira
Natal Displaron
Vereador Vanilton Cruz

Início » Notícias » Brasil » Exibindo Notícia

Saulo Natal Notícia

Data: 28/08/2017 Compartilhe esta notícia

SÃO PAULO: Peixes de Rondônia são tema de evento na Fiesp

Peixes de Rondônia: evento apresenta tambaqui e pirarucu (Divulgação/Veja SP)
 
Tambaqui e pirarucu. Com a missão de divulgar esses peixes amazônicos ainda pouco consumidos em São Paulo, a Superintendência de Desenvolvimento de Rondônia tomou uma iniciativa especial. Reuniu na última terça (22), na Fiesp, convidados, entre chefs e empresários paulistas do setor, para apresentar os nobres pescados de rio. O encontro foi comandado pela chef Cléo Ressetti, especialista em peixes da Amazônia e consultora do Sebrae Rondônia há mais de uma década.
No evento, intitulado Peixes de Rondônia, a demonstração de diferentes tipos de preparo com as espécies típicas dos rios do norte do país foi seguida da degustação dos pratos. Entre eles hambúrguer, quibe, ceviche, risoto e até carpaccio de pirarucu, receita que impressionou a chef baiana Ina de Abreu, do contemporâneo Mestiço. “O carpaccio é rosadinho e tem um sabor incrível”, avalia a tarimbada cozinheira.

Versatilidade dos peixes amazônicos: carpaccio de pirarucu (Divulgação/Veja SP)

 

Para Ina, há uma infinidade de possibilidades de pratos que podem facilmente fazer parte do cardápio de seu restaurante. “Já pedi amostras para começar a utilizar”, adianta. Ressalta ainda a importância de acabar com o preconceito em relação ao peixe de água doce, hoje criado em cativeiro, com processos controlados de cultivo que impedem o gosto de terra característico dessas espécies.

Rondônia é líder na produção nacional de peixes em água doce desde 2014. Segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), a quantidade ultrapassa 80.000 toneladas por ano e deve atingir a marca de 100.000 toneladas em 2017. Desse total, por enquanto, apenas 1.200 tonelada são consumidas na capital. Com ações promocionais como essas, o panorama tende a mudar com mais peixes amazônicos na mesa dos paulistanos.

Chef Cléo Ressetti: especialista em peixes amazônicos (Divulgação/Veja SP)

 

Basílio Leandro de Oliveira, superintendente da SUDER (Superintendência de Desenvolvimento do Estado de Rondônia) reforça a intenção de apresentar esses peixes e introduzi-los em São Paulo, que é o maior mercado consumidor do Brasil.
O próximo encontro, semelhante a esse, já tem data para acontecer. Em setembro, Lima, no Peru, recebe a visita dos representantes de Rondônia, com a intenção de expandir as exportações do setor. Outro evento está programado para outubro em São Paulo. Desta vez, em parceria com a CEAGESP, a SUDER promove degustações e rodadas de negócios entre produtores e futuros compradores.
 
 
Fonte: VEJA SÂO PAULO
Data: 28/08/2017 Compartilhe esta notícia
Axis
Lojas Milla
Açaí Gold e Peixe e Cia
Natal Vereador Joel da Yamaha
Rondon Cap
Natal Vereador Loro
Natal Vereador Natan Lima
Natal Farmácia São Paulo
Natal Vereador Amorim
Natal Vereador José Augusto
FAEL
Novalar
Tigrão Veículos
Natal Vereador Renato Padeiro
Natal Daltiba

www.ariquemes190.com.br
Copyright © 2008 - 2017 Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Softwei, Buscazip, Guiaking Empresas