25 de Janeiro de 2010 19:34:25
%{artist} - %{title} , (%{year}) (%{time})
    PodCast Ariquemes 190 -- Play para ouvir
Carregando %{time1} de %{time2} (%{percent}%)
  ---  
0:00

This is a normal list of HTML links to MP3 files, which jsAMP picks up and turns into a playlist.

SÃO LUIZ CALÇADOS
Romera
Sobreira

Início » Notícias » Artigos » Exibindo Notícia

Auto Posto Ariquemes

Data: 18/10/2014 Compartilhe esta notícia

VIVO NA MORTE OU FUI MORTO PARA VIVER?

Por: Mauricio Mantovani 
19/10/2014

 

Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Ezequiel 36:26

De que maneira uma pessoa que se diz viva poderia estar morta? As pessoas deveriam ser consideradas vivas ou mortas em relação aos seus próprios caminhos, pelo julgamento alheio ou segundo critério da justiça Divina revelada em Sua Palavra? Coração de pedra é coisa para pessoas que vivem por e para si mesmas ainda não sabem que estão internamente petrificadas e, portanto, mortas dentro de si mesmas.

Na Bíblia coração é uma linguagem figurada para designar o “ser interior” ou o centro da vida humana. Mas, porque o coração humano precisa ser trocado? Porque o ser humano é incapaz de mover-se em direção a Deus! Uma pessoa morta não pode querer a Deus e muito menos saber quem Ele é. Seria possível pensarmos numa obra realizada por Deus em nossas vidas sem nenhuma participação humana? A obra redentora Divina, especificamente no que tange à troca do coração humano, só pode ser realizada por Ele mesmo e pelo Seu próprio poder.

TIRAREI... A obra Divina é obra de um só Autor! Uma tradução interessante para Ezequiel 36:26 seria “tirarei o coração de pedra da carne de vocês”. Ou, “ Em vez de terem corações duros como pedra, que só queriam saber de pecar, vocês terão corações de carne, para poderem me obedecer”. Tirarei é uma palavra que descreve a remoção ou a morte por ferimento Divino aplicada ao velho homem justamente em sua raiz: o coração de pedra. Tirar aqui tem o sentido teológico de Deus matar ou extrair uma vida velha para dar outra nova!

Trata-se de uma ação sobrenatural que aplica a justiça Divina, justificando a pecadores sem que estes possam fazê-lo por si mesmos. É quando Deus extrai a nossa justiça humana e aplica a Sua própria para que estes não mais se vejam mais como justos em relação a Ele. Quando Deus tira o coração de pedra o Seu perdão é revelado ao pecador e a sua culpa ou condenação pelo pecado e pelos pecados é removida. É o bisturi do cirurgião Divino abrindo o interior das pessoas e extraindo aquilo que as separa Dele: o seu pecado e a inimizade contra Ele caracterizados pelo coração de pedra.

Se Deus não aplicar a Sua justiça ao pecador, condenando-o e fazendo-o ver que o seu próprio coração é totalmente petrificado, jamais poderá ele experimentar a verdadeira libertação de si mesmo promovida pela redenção Divina. Para que Deus possa entrar com a Sua própria Vida em nós, primeiramente Ele precisa remover aquela vida que nos separa Dele. Tirar corações de pedra é uma ação Divina, cirúrgico-redentora, capaz de extrair o velho coração humano rebelde, odiador e morto para a realidade de Deus.

CORAÇÃO DE PEDRA... Na Bíblia a palavra coração diz respeito ao que a pessoa é (quer, sente e pensa). É uma pessoa que não se interessa e nem se impressiona com o assunto mais sério desta vida: a sua não relação com Deus. É alguém que está em oposição a Deus sem que tenha recebido esta revelação do Espírito. É uma pessoa que não está apta para receber a “boa semente” que produzirá “fruto para a vida”: a semente do Evangelho! Pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente. 1 Pedro 1:23.

O coração de pedra tem uma doença terrível: a total desconexão com a Verdade Divina revelada em Sua Palavra.Um coração de pedra vive numa completa e constante intranquilidade, geradas pela sua natureza totalmente depravada e desapegada a Deus. Neste tipo de pessoa trava-se uma cruel e angustiante luta interna, na qual nunca encontra paz e é portadora de um ódio humano e não declarado ao Seu Criador. Portanto, o coração de pedra jamais decretará a sua própria falência; não tem a mínima consciência do quão mortífera é a sua doença.

Alguém que tem o coração de pedra não tem sensibilidade alguma com relação a Deus e à Sua obra da salvação revelada e realizada em Cristo; ele só poderá escutar externamente sobre este assunto, mas não ouvirá internamente esta mensagem. Para os corações de pedra o único deus é o seu próprio eu interior. Pessoas petrificadas por dentro ainda não foram levadas aconfessar Cristo como o único Redentor de suas vidas. O coração de pedra é alguém que acredita ter vida própria e que esta não precisa ser redimida. É uma vida que não sabe que está morta dentro de si mesma. Porém, esta vida é meramente humana e não transcende a esfera da alma. É um coração que ainda não foi substituído ou “ferido de morte”(Atos 2:37).

DAREI... Novamente, a obra Divina é obra de um só Autor! É a operação da graça Divina na vida das pessoas que não O querem. A graça de Deus é uma questão de monergismo, ou seja, Um só agindo de maneira radical e eficaz. Dar o coração de carne para alguém é a “ação poderosa de Um só”. É uma ação sobrenatural sustentada pela graça do Deus que é amor e nos ama!

Graça é uma questão de dádiva Divina e não de uma conquista humana; caso contrário jamais poderia ser usado aqui o verbo no tempo perfeito: darei. Graça é quando Deus dá e faz por quem nada merece. O verbo darei revela o Deus que dá e faz por pura bondade e sem nada exigir em troca; até porque nada teríamos para oferecê-Lo exceto pecado e pecados humanos.

A dádiva do novo coração em Ezequiel 36:26 é a promessa profética da regeneração espiritual ensinada no Novo Testamento e é obra exclusiva do Espírito de Deus, totalmente desassociada de qualquer capacidade ou cooperação humana. Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo. Tito 3:5 “Dizer a um pecador que decida nascer de novo é como insistir com um cadáver que decida ressuscitar”- Steven J. Lawson. Na dádiva do novo coração Deus é totalmente ativo e as pessoas são completamentepassivas. Se pensarmos em termos de a salvação ser algo menos do que isto então estamos falando não daquilo que é a graça Divina sim daquilo que é uma graça humana e suja.

CORAÇÃO DE CARNE... Coração de carne significa a Vida Divina em nós. Uma Vida totalmente nova e operante. Uma vontade nova, uma mente nova e nova sensibilidade que são características de quem já sofreu a intervenção cirúrgica espiritual Divina, isto é, já teve a Vida do Cordeiro de Deus implantada em si.

Ninguém pode produzir nada que agrade a Deus a partir de si mesmo porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.Filipenses 2:13. O coração novo tem motivações geradas por Deus, poistem uma nova Vida vivificada por Ele. Suas ações são originadas e coordenadas pela mente Divina. São pessoas ensináveis pelo Seu Criador e amáveis em relação ao próximo. “Ainda somos nós mesmos, mas novos” – John Piper.

A implantação do coração de carne é o maior milagre do universo e que Deus opera nas pessoas criadas por Ele mesmo. É a recriação da Vida sobrenatural numa vida que já estava morta em si mesma. É a operação eficaz do poder de Deus dentro das pessoas para que esta Vida Divina seja manifestada de dentro para fora. As religiões agem de fora para dentro e o milagre Divino da regeneração é operado de dentro para fora!

Qual é a solução para o problema humano? É a solução Divina providenciada “desde a eternidade” e manifestada historicamente na cruz do Calvário através da obra de Cristo! A solução da queda humana é o Evangelho Divino, manifestado na Pessoa e na Obra de Cristo! A essência do pecado é a dependência de nós mesmos e em rebeldia ao nosso Criador e Redentor. A obra regeneradora do Redentor nos dá a consciência do nosso pecado, produzindo em nós um ódio gradativo em relação ao pecado e aos pecados que praticamos. Passamos a odiar aquilo que nos separa do nosso Redentor! O problema humano é o pecado e a solução Divina é a redenção!

O coração de carne ama a Deus com o amor que somente Ele próprio é capaz de gerar em nós! Para uma nova pessoa, aquela que possui um novo coração, Deus está sempre certo e a Sua vontade soberana é sempre e inquestionavelmente a melhor alternativa em qualquer circunstância da vida! A obra de Deus é radical e cria em nós uma mente nova, a de Cristo, que vê a vida somente pelo prisma Divino! Para quem foi agraciado com um novo coração o que menos importa é a sua vontade própria!

A prova de que já possuímos um novo coração é a manifestação da morte definitiva do “eu” humano e a nossa mortificação diária em conformidade com o “Tu” Divino, sustentados pelo poder da obra de Cristo na cruz E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Lucas 9:23!

O coração de carne não significa uma melhoria da personalidade humana, mas, a manifestação da Vida Divina na e apesar da natureza humana, a qual teve seu antigo coração de pedra tirado e substituído. O coração de carne é inserido em nós pela obra do Criador e Redentor Soberano que está a serviço da Sua própria glória. Somos apenas inseridos nesta grande operação redentora.

Será que temos a convicção de que já fomos levados a morrer para nós mesmos e a vivermos pelo poder e para a glória. Daquele que nos incluiu em Sua obra redentora na cruz juntamente com O Seu Filho Amado? Eu estou vivo, porém morto para Deus ou fui morto pela Sua obra redentora revelada em Seu Filho para viver por meio do poder do Seu Espírito? O coração de pedra é a sede do ódio humano e não declarado a Deus e o coração de carne é o lugar onde o amor Divino foi derramado.

Será que recebemos a revelação Divina de que fomos feitos Seus filhos em Cristo por meio da Sua obra redentora em Cristo? Até que ponto o Espírito já nos deu a consciência de que estávamos mortos, porém agora, fomos batizados numa morte que nos trouxe a Vida ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Romanos 6:3. Deus só tem um objetivo: a celebração da Sua própria glória! Mas, para que possamos participar desta festa, precisamos ter nossos corações trocados por Ele!

Data: 18/10/2014 Compartilhe esta notícia
Novalar
Rondon Cap
Farmácia Paraná
Tigrão Veículos

www.ariquemes190.com.br
Copyright © 2008 - 2017 Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Softwei, Buscazip, Guiaking Empresas